Conselho Federal lança campanha em homenagem ao Mês da Mulher

quinta-feira, 07 de Março de 2019

O Conselho Federal da OAB e a Comissão Nacional da Mulher Advogada lançaram uma campanha em homenagem ao Mês da Mulher. A ideia da ação, que pretende mobilizar as mulheres em toda a sociedade, é mostrar que a igualdade é conquistada com voz ativa.

O objetivo é convocar as mulheres para que elas sejam as protagonistas da mudança e da luta contra a violência sexual e de gênero. Será nas vozes das mulheres advogadas que serão abordados os temas de destaque em discussão, como igualdade de gênero, igualdade racial, feminicídio, violência doméstica e assédio no trabalho (sexual, moral, salarial).

Uma série de conteúdos e vídeos serão publicados nas redes sociais da entidade indicando o canal do disque 180 para o recebimento de queixas e também incentivando as mulheres a não se calar e sempre registrar denúncias de abuso e violência.

A presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada, Daniela Lima de Andrade Borges, explica que a campanha pretender colocar as mulheres como protagonistas nos desafios e enfrentamentos contra as desigualdades.

“Ao mesmo tempo que a campanha destaca o quanto já caminhamos nessa luta, percebemos também que existem ainda muitos desafios. Todos os dias mulheres são mortas no Brasil pelo fato de serem mulheres. São números alarmantes e não podemos fechar os olhos para essa realidade. Vamos convidar as mulheres, em especial as advogadas, para serem vozes ativas nesse processo de transformação e mudança da sociedade, no combate à violência de gênero”, afirma Daniela Lima.

O presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, afirma que a ação reforça o papel da entidade na luta contra a violência sexual e de gênero. “Temos muitos desafios ainda pela frente, as mulheres precisam ser protagonistas nessa ação de mudança da sociedade brasileira. É a partir da voz ativa delas que teremos melhores condições para todas e que a igualdade será conquistada”, destaca Felipe Santa Cruz.

Fonte: OAB - Conselho Federal.