Nova gestão do FIDA se reúne e inicia os trabalhos do colegiado

terça-feira, 12 de Março de 2019

O Conselho Gestor do Fundo de Integração e Desenvolvimento Assistencial dos Advogados (FIDA) se reuniu na tarde desta terça-feira (12), na sede do Conselho Federal da OAB, para reunião de instalação dos trabalhos da nova gestão.

A reunião foi comandada pelo presidente do colegiado e conselheiro federal pelo Amapá, Felipe Sarmento, acompanhado do diretor-tesoureiro da OAB nacional, José Augusto Araújo de Noronha, do secretário-geral da OAB nacional, José Alberto Simonetti, do secretário-geral adjunto, Ary Raghiant Neto, e do vice-presidente da OAB nacional, Luiz Viana.

O presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, também participou do colegiado e fez o discurso na abertura dos trabalhos, elogiando a nova gestão e garantindo o apoio da diretoria do Conselho Federal ao FIDA.

“A diretoria está aqui porque vamos marchar juntos, tenho confiança de que o trabalho aqui será um dos pilares da nossa gestão administrativa. O FIDA e as Caixas de Assistência realizam um trabalho fundamental e temos que ter em mente que o objetivo da nossa atuação aqui é servir a advocacia. Cada real dos advogados tem que ser bem administrado para gerar serviços e atender bem os advogados. Enfrentamos um momento turbulento na vida brasileira e isso nos obriga a fazer o dever de casa com perfeição”, afirmou Felipe Santa Cruz.

O ex-presidente do Conselho Federal, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, também acompanhou a instalação do colegiado. “O FIDA é muito importante e tenho plena confiança no trabalho do Felipe Sarmento. É muito bom ver os projetos e os recursos dos advogados retornando para a advocacia”, afirmou Marcus Vinícius.

O presidente do FIDA, Felipe Sarmento, que volta a comandar o colegiado, afirmou que a gestão será marcada pela integração dos conselheiros federais com os presidentes de seccionais e das caixas de assistência aos advogados.

“Esse é um órgão que possui a composição múltipla, com presidentes de seccionais e conselheiros federais, o que demonstra a união do sistema, a harmonia necessária. Temos aqui a demonstração do princípio federativo dentro da OAB. Todos os representantes serão ouvidos e peço que conversem com os presidentes das seccionais, com os presidentes das caixas de assistência para que possamos receber bons projetos. Temos que dar assistência aos advogados em todo o país”, afirmou Felipe Sarmento.

O FIDA é responsável pela gestão de uma parte dos recursos arrecadados pelas seccionais e tem por objetivo apoiar e levar desenvolvimento as diversas unidades do sistema OAB. A entidade realiza investimentos que se revertem em benefício e serviços para os advogados em todo o país.

Fonte: OAB - Conselho Federal.